Gravação Rede TV

Gravação Rede TV
Web Repórter

********

********

Karina Bacchi

Karina Bacchi

Tatá werneck

Tatá werneck

*******

*******

Zé Neto e Cristiano

Zé Neto e Cristiano

*******

*******

Popular Posts

Siga-me Aqui

Roberto Cabrini

Roberto Cabrini

CARAS EDIÇÃO 1009

Notícias

Primeiro Livro da Trilogia "Írion" da Autora Anne Ellizy Lobo Lázaro

Primeiro livro da trilogia, "Írion - O Planeta Luz" é uma ficção científica que conta a saga do Povo-luz, seres de outra galáxia que são enviados aos planetas em crise para auxiliá-los. Clara Luz e Ethan chegam à Terra para salvá-la de um perigoso agente biológico introduzido por uma civilização hostil para destruir a humanidade. Sua história se passa nos lugares mais paradisíacos do Brasil, tais como Chapada das Mesas, Chapada dos Veadeiros, Chapada Diamantina e Serra do Roncador, onde os personagens vivem incríveis e misteriosas aventuras. Diversidade, romance, mistério, coragem são alguns dos temperos que você vai encontrar nessa obra legitimamente brasileira.


Anne Ellizy Lobo Lázaro é natural da cidade de Anápolis,Goiás,  mas mora no Maranhão há dez anos. Cursou História, Letras e está concluindo Direito. Além disso, é professora de Espanhol e Língua Portuguesa.  Ela também já coordenou o projeto Alfabetização Solidária, viajando por todo o país para auxiliar outros educadores na alfabetização de adultos. Adepta da linguística, do multiculturalismo, a autora é também palestrante e se interessa por temas sociais e culturais. Seu livro “Írion - O Planeta Luz” faz parte da trilogia “Írion”, sendo o primeiro volume. Além dessa trilogia, Anne, ou Badhu Brasil, como prefere ser chamada, já escreveu outras três obras que estão em fase de conclusão.  Seus projetos incluem o desejo de produzir um filme, uma animação que conte a saga do Povo-luz. Para conseguir tal intento vem buscando patrocínio e parceria com entidades, associações e comércio locais e nacionais.
entrevista

R.E:  Qual é a principal motivação para escrever Ficção Científica?
Anne Lobo Lázaro:  Sempre gostei do assunto... Quando era criança colecionava recortes relacionados à tecnologia e à ciência. Além disso, literatura é uma criação, não uma mentira, mas uma forma de arte. Sempre gostei dos filmes e livros que me fazem pensar, pesquisar. A ciência me fascina!!! Então pensei em aliar as duas coisas.
 R.E:  Você tem algum conceito próprio de literatura para escrever ficção científica?
Anne Lobo Lázaro:  Creio que tenho meus próprios conceitos de literatura, mas o principal ligado ao assunto é que é arte e como tal deve servir ao nosso deleite. Ler é um prazer, não uma obrigação e é assim também com a escrita. Gosto de imaginar o que as pessoas sentem ao ler o que escrevo, que de alguma forma posso contribuir para que elas possam refletir sobre o mundo que as cerca...
R.E: Qual o maior obstáculo para quem escreve Livros de Ficção Científica?
Anne Lobo Lázaro:  O maior obstáculo a quem escreve, em geral, é encontrar os leitores. Tem muita obra no mercado e a maioria não é do Brasil. A juventude lê ficção estrangeira, o que não é ruim, mas seria bom se autores nacionais também fizessem parte do roteiro, porque ler é se ler... Ver a nossa cultura expressada em uma obra realizada por nosso povo é muito bom...
R.E: Você concorda que Ficção Científica é avaliada de maneira errônea e por que?
Anne Lobo Lázaro:  Sim, porque muita gente não pesquisa, não lê sobre o assunto. Então pensam que é “besteirol”, que nada daquilo existe ou é possível. Ocorre que muitas das coisas que estavam presentes nos livros de ficção antigos, ou nos filmes, hoje se tornaram realidade. Quem pensaria em um telefone sem fio, que você pudesse carregar para todos os lados, que respondesse ao toque? Quem pensaria em uma rede mundial que interligasse todas as pessoas, como o faz a Internet? Mas isso existe agora... Ora, minha avó acharia loucura se dissessem a ela nos anos sessenta que um dia isso seria possível. Tudo o que digo em Írion O Planeta Luz é fruto de pesquisa. Einstein disse que não precisaríamos de corpos se usássemos toda a potencialidade do nosso cérebro... Isso não é ficção... É teoria... A ficção somente dá vida a teorias como essa.
R.E: Qual personagem você mais gosta na trilogia Írion o Planeta luz?
Anne Lobo Lázaro:  Clara e Luz   Tem um pensador do qual não me recordo o nome que diz que é preciso sair da ilha para ver a ilha Clara é de fora da ilha do nosso mundo. No caso ela vê os nossos valores de uma maneira muito particular porque não foi criada na Terra então critica elementos sobre os quais não pensamos.
 R.E:  O que te atraiu para escrever ficção científica
Anne Lobo Lázaro: A possibilidade de vislumbrar um mundo em que as teorias da física quântica fossem reais de fato. Quem não gostaria de voltar ao passado e mudar um fato de sua vida? Quem não sonharia em viajar pelos buracos de minhoca para o outro lado do Universo? Quem não gostaria de ter acesso a outras dimensões e ver como seu outro eu se comporta e quais as consequências de seu modo de agir? Bom, eu gostaria... Muito.
R.E: Que experiência de vida o preparou melhor a autora Anne Lobo Lázaro para que este seu primeiro trabalho como autora da trilogia  "Írion" O Planeta Luz?
Anne Lobo Lázaro:  Eu nunca vi nada de diferente, mas eu sinto e espero que o Universo não seja apenas o que vemos. Creio que nem tudo se descortina tão facilmente. Meu pai viu uma estranha luz na chácara, entre outras coisas. Eu não era nascida, mas depois que cresci um pouco, ele me contava estórias e eu adorava. Imaginava como seria presenciar um evento fantástico... A imaginação colocou a caneta em minhas mãos. Sempre fui curiosa. Gostava de imaginar o que as pessoas pensavam ou sentiam e como elas viam o mundo. Gosto de vê-lo de vários ângulos... Sob várias perspectivas...
R.E: Para finalizar: O que você gostaria de dizer aos seus fãs curtidores da sua fan Page e que te acompanha?
Anne Lobo Lázaro:  Bom, não sei se os tenho ainda... Porque publiquei há  uma semana e ainda não o leram... Mas quando o fizerem, quero dizer a eles que ali tem uma alma, que não são folhas apenas, mas tudo o que pesquisei e pensei para torná-la (à trilogia) algo que possa proporcionar deleite... prazer... Então curtam e compartilhem!!! Além disso, diria que o livro dois é ainda mais emocionante porque lá está o cerne de todo o trabalho, esperem por ele...
R.E: Muito obrigado pela Entrevista. Nós da Revista do Escritor estamos feliz  pela oportunidade e desejamos um grande sucesso e conte sempre com o nosso apoio.
Agradecimento
Anne Lobo Lázaro:  Eu agradeço a você a oportunidade e a honra de compartilhar algo sobre mim e sobre meu livro com seus leitores!!! Quem sabe, um dia, nossos leitores!!! Beijos e obrigada!